Stock Light: Pedro Boesel sobe para terceiro lugar no campeonato após rodada dupla no Velopark

16 setembro 2019
Imagem noticia

Após conseguir um quarto lugar na corrida do sábado no RS, Pedro Boesel conseguiu um sétimo lugar na corrida 2 deste domingo e segue subindo na classificação geral

Um dos principais nomes da Stock Light na temporada 2019, Pedro Boesel teve mais um final de semana consistente no ano, desta vez no Velopark. O piloto da equipe Crown Racing Jr vinha de um segundo lugar em Interlagos, foi o quarto colocado na prova deste sábado e fechou a corrida deste domingo na sétima colocação. Com os 33 pontos somados na etapa, Boesel subiu da quarta para a terceira posição no campeonato.

“Foram duas corridas muito equilibradas e com disputas emocionantes aqui no Velopark. Ontem consegui um quarto lugar e hoje também estivemos a maior parte da corrida entre os cinco primeiros. Subimos uma posição no campeonato, nosso ritmo esteve muito bom e agora vamos seguir tentando descontar a diferença para o primeiro e segundo colocados”, diz Boesel, que é patrocinado por Estácio, Electrolux, Patense e Salesforce.

Pedro largou em sétimo na corrida deste domingo e manteve a posição nas voltas iniciais. Depois fez boas ultrapassagens, chegou a andar na quarta posição e, mesmo com o sétimo lugar no final, acredita que tem boas chances de lutar pelo vice-campeonato na temporada.

“Nós conseguimos pontuar bem nas duas corridas do final de semana. Chegamos até brigar pelo pódio hoje, mas depois o freio começou a apresentar alguns problemas e perdi algumas posições. Em todo caso, o saldo da etapa segue sendo positivo. O Frigotto (Gustavo), que é o vice-líder, não marcou pontos hoje, então diminuímos bem a diferença para ele. São 31 pontos e vamos seguir buscando pelo menos esse segundo lugar na competição”, diz Boesel, que também tem apoio de tem apoio de Foxconn e Lutepel.

A próxima etapa da Stock Light será disputada nos dias 19 e 20 de outubro na pista de Cascavel (PR)

Classificação do campeonato (top-10):




               1- Guilherme Salas – 224 pontos

               2- Gustavo Frigotto – 169 pontos

  • 3- Pedro Boesel – 138 pontos
  •            4- Marco Cozzi – 135 pontos

               5- Raphael Abbate – 122 pontos

               6- Gabriel Robe – 120 pontos

               7- Marcio Campos – 116 pontos

               8- Lukas Moraes – 114 pontos

               9- Matheus Iorio – 113 pontos

               10- Pietro Rimbano - 100 pontos